Troféu Frotas e Fretes Verdes

Empresa com Sustentabilidade em Processo ou Produto

  • Corpus Saneamento e Obras S.A. (216 votos, 21.91%) [Ver mais]

    O projeto Substituição de Veículos da Frota a Diesel por Caminhões 100% Elétricos prevê até 2023 a circulação de 200 caminhões que, juntos, deixarão de emitir mensalmente 2.800 toneladas de gás carbônico. Ao ser comparado a um convencional à diesel, o caminhão apresentou desempenho até sete vezes maior no mesmo trajeto percorrido, com ganhos ainda na redução do custo de manutenção em 30%. É pioneira na implantação de coleta 100% mecanizada com monitoramento digital.

  • DHL Supply Chain (196 votos, 19.88%) [Ver mais]

    O Programa GoGreen, de proteção ambiental do Grupo DHL, pretende até 2050 reduzir a zero todas as suas emissões relacionadas à logística. Até 2025, o grupo quer aumentar sua eficiência de carbono em 50%. Para alcançar esse resultado pretende usar bicicletas e veículos elétricos, na primeira e na última milha, para a coleta e entrega de 70% de seus serviços; incorporar soluções ecológicas em mais de 50% de suas vendas e certificar 80% de seus funcionários como especialistas em GoGreen.

  • Hyperloop Transportation Technologies (55 votos, 5.58%) [Ver mais]

    Investe em tecnologias e sistemas que prometem revolucionar o transporte de cargas e passageiros. Iniciou suas atividades neste ano no Brasil, a partir da cidade mineira de Contagem, com tecnologias e sistemas sustentáveis que deverão causar grande impacto na logística.

  • Movida Rent a Car (311 votos, 31.54%) [Ver mais]

    O Programa Carbon Free de locação de automóveis neutraliza 100% do CO2 emitido pelos carros. O cliente contrata por R$ 1,00/diária e a empresa participa com o dobro do valor. A Movida destina esses valores à S.O.S Mata Atlântica, que faz o plantio de árvores em áreas nativas e mananciais de represas. A Geoflorestas, empresa contratada de engenharia florestal, calcula o valor de Oxigênio gerado pelo plantio e neutraliza o carbono emitido pelos carros, cujos clientes contrataram o Programa Carbon Free, no ato da locação.

  • Nespresso/Nestlé (208 votos, 21.10%) [Ver mais]

    Com o projeto Fast & Green Delivery Services a companhia tem por objetivo reduzir sua pegada de carbono em 28% até 2020 (em comparação a 2009) e neutralizar o restante das emissões por meio do plantio de árvores. A empresa tornou sua logística mais sustentável com métodos de ?entrega verde?, utilizando veículo elétrico na linha profissional e bicicleta na linha doméstica. Em 2017, essa distribuição representou 13% das entregas em São Paulo e 4,7% no Rio de Janeiro. Em São Paulo a entrega com bicicleta atende 50 bairros e no Rio de Janeiro, 34. Nessas cidades, ao menos 75% dos consumidores têm acesso a esse tipo de serviço.

Executivo Destaque

  • Paulo Herrmann (396 votos, 40.12%) [Ver mais]

    presidente da John Deere, é engenheiro agrícola com MBA em Gestão de Negócios, tendo dedicado toda sua carreira profissional ao agronegócio brasileiro. É diretor da Associação Brasileira do Agronegócio e vice-presidente do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul. Integra o conselho consultivo da Embrapa, entre outras funções de liderança desempenhadas no agronegócio brasileiro. Vem liderando projetos de agricultura de baixa emissão de carbono com o objetivo de aumentar e difundir tecnologias de eficiência produtiva da agricultura nos trópicos, como o sistema produtivo de Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (ILPF).

  • Ricardo Melchiori (245 votos, 24.82%) [Ver mais]

    é engenheiro mecânico com MBA em Gestão e Tecnologias Ambientais e sócio fundador da Voticare Soluções e Consultoria. Com mais de 30 anos de experiência em projetos de logística, de transportes e armazenagem, construiu sua carreira na área de Supply Chain em diversos setores da indústria e prestação de serviços de logística. Como consultor, tem trabalhado na implementação de processos e tecnologias, através de práticas de planejamento estratégico com viés na gestão sustentável. Melchiori tem sido fundamental no Programa Logística Verde Brasil (PLVB) pelo lado das empresas de logística e transportadoras.

  • Roberto Vilela (166 votos, 16.82%) [Ver mais]

    presidente da RV Ímola, empresa de soluções logísticas para o segmento da saúde, está entre os importantes Operadores Logísticos do país. É sócio da Portus Importadora e como Fundador do Instituto Brison Vilela e presidente do Grêmio Luso Brasileiro de São Paulo fomenta negócios e parcerias que contribuem com a popularização da arte e o desenvolvimento do Brasil.

  • Urubatan Helou (180 votos, 18.24%) [Ver mais]

    diretor-presidente da Braspress Transportes Urgentes e controlador do Grupo H&P, que reúne diversas empresas. O empresário é um selfmade-man, que iniciou a vida profissional aos 15 anos e fundou sua primeira empresa em 1972. A Braspress ele abriu em 1977, hoje é a maior empresa de transportes de encomendas do país. Atua em todo o território nacional com 96 filiais, mais de 5 mil colaboradores diretos e uma frota de mais de 2 mil veículos, entre próprios e de terceiros. É vice-presidente da Associação Nacional das Empresas de Transportes de Carga e da Federação das Empresas de Transportes de Carga do Estado de São Paulo.

Pesquisador Individual

  • Alberto Ferreira de Souza (106 votos, 10.75%) [Ver mais]

    professor de Ciência da Computação e coordenador do Laboratório de Computação de Alto Desempenho da Universidade Federal do Espírito Santo. Pesquisador, responsável pelo projeto do carro autônomo Iara. É membro sênior do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), tendo sido editor de anais de conferências nacionais e internacionais da instituição. É, ainda, membro permanente do comitê gestor da International Conference on Computer Architecture and High Performance Computing.

  • Cintia Machado de Oliveira (261 votos, 26.47%) [Ver mais]

    graduada em Administração de Empresas. Doutora e mestre em Engenharia de Transporte pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pós-graduada em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica. Possui experiência em gestão na área de suprimentos em uma empresa privada do setor naval e na área de educação como docente e coordenadora de ensino superior. Atualmente é professora de ensino médio técnico e superior na área de portos e engenharia mecânica do CEFET-RJ. Pesquisadora do Laboratório de Transporte de Cargas do Programa de Engenharia de Transporte da COPPE/UFRJ e integrante de um grupo de pesquisa entre essa instituição e o Massachusetts Institute of Tecnology - MIT.

  • Marcus Vinicius Quintella Cury (129 votos, 13.08%) [Ver mais]

    engenheiro civil e professor da FGV; doutor em Engenharia de Produção, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro; mestre em Transportes, pelo Instituto Militar de Engenharia; pós-graduado em Administração Financeira. Foi diretor da Odebrecht TransPort Participações S.A. e da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Atualmente, é consultor de transportes da FGV Projetos. Foi professor no Instituto Militar de Engenharia e no IBMEC. Na FGV atua como coordenador nacional do Programa Pós-MBA e como professor e coordenador acadêmico de cursos de pós-graduação. Coautor do livro Finanças Corporativas, editado pela FGV.

  • Maria Cristina Fogliatti de Sinay (216 votos, 21.91%) [Ver mais]

    graduada em Matemática pelo Instituto de Matemática, Astronomia e Física, da Universidade Nacional de Córdoba, Argentina. Mestre em Artes pelo Queens College de Nova Iorque e PhD em Matemática Aplicada pela Universidade de Nova Iorque. Foi professora do Instituto Militar de Engenharia. Atualmente é professora na Escola de Ciências Sociais, da UNIGRANRIO. Tem experiência nas áreas de Matemática, Pesquisa Operacional, Probabilidade, Estatística e Meio Ambiente. É pesquisadora do CNPq, consultora Ad-Hoc do CNPq, Capes, Faperj, Fundação Araucária. É autora de três livros editados pela Interciência nas áreas de Teoria de Filas e Meio Ambiente.

  • Paulo Tarso Vilela de Resende (111 votos, 11.26%) [Ver mais]

    graduado em Engenharia Civil, é professor e pesquisador da Fundação Dom Cabral nas áreas de logística, cadeia de valor, supply chain e planejamento de transporte. Mestre em Planejamento e Engenharia de Transportes e Doutor em Planejamento de Transportes e Logística pela Universidade de Illinois at Urbana Champaign, nos Estados Unidos. É especialista em Planejamento Urbano e Estatística. Gerente executivo do Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura da Fundação Dom Cabral e editor-chefe da Revista DOM.

  • Vânia Barcellos Gouvêa Campos (163 votos, 16.53%) [Ver mais]

    graduada em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com mestrado em Engenharia de Transportes pelo Instituto Militar de Engenharia, onde é professora titular. Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pesquisadora do CNPq. Tem experiência na área de Engenharia de Transportes, com ênfase em Planejamento de Transportes, principalmente nos temas: transporte urbano de passageiro e de carga, controle de tráfego, mobilidade, uso do solo e logística de transporte.

Influenciador para Mobilidade Sustentável

  • Flavio Tavares (508 votos, 51.52%) [Ver mais]

    diretor de Marketing e Vendas da Golsat Tecnologia e um dos fundadores do Instituto PARAR, através do qual vem realizando a promoção de práticas sustentáveis de transporte para gestores de frotas. Essas práticas passam por inovação, economia compartilhada, segurança e sustentabilidade. Flavio está à frente de um importante evento para a mobilidade sustentável ?Welcome Tomorrow?.

  • Ricardo Simões de Abreu (478 votos, 48.48%) [Ver mais]

    engenheiro mecânico, diretor da Mahle e do Sindipeças, há anos vem chamando a atenção da indústria automobilística e de autoridades para a importância de se usar o etanol combustível de forma adequada em motor ciclo Otto, projetado para esse fim e capaz de atingir a mais elevada eficiência. Abreu coordenou internacionalmente o desenvolvimento de motores movidos a gás natural na Mercedes-Benz e foi o responsável pela instalação das operações de filtros da Mahle, onde desenvolveu solução única para filtros de combustível de motor flex.